Idosa é agredida por Travesti em São Paulo

Idosa é agredida por Travesti em São Paulo

Uma senhora idosa de 73 anos de idade foi agredida cruelmente por um travesti no estado de São Paulo, no último dia 11/04. A travesti que agrediu a senhora Laura, se chama Verônica Bolina, de apenas 25 anos de idade, no qual era vizinha de Dona Laura.

Disse a travesti: "Você é o Satanás e eu vou te matar" para a Dona Laura, assim que a mesma abre a porta de sua casa. Dona Laura teve um braço e o nariz quebrados, e alguns dentes arrancados pela agressora. Não consegue nem deitar para dormir, tendo que dormir sentada.

Dona Laura teve também traumatismo craniano.

 

A idosa informou ao Portal R7 que nunca teve problemas com Verônica e que jamais reclamou de algo dela, e que não tem preconceito algum com travestis.

No momento da agressão, um outro travesti chamado Beatriz, foi quem salvou Dona Laura das agressões de Verônica. "Se não fosse Beatriz eu poderia ter morrido", diz Dona Laura ao Portal R7.

 

Espancamento na delegacia

 
Verônica foi indiciada por tentativa de homicídio contra Laura, dano qualificado, desacato, resistência e lesão corporal, além de tentativa de homicídio pela agressão contra o carcereiro. Os inquéritos correm no 78 e 2° DP. Verônica foi transferida para um presídio na sexta-feira (17).  
 
Já dentro da cela, Verônica expôs a genitália e começou a se masturbar, fazendo com que os outros presos se revoltassem mais ainda, sendo necessário que o carcereiro retirasse o travesti daquela cela, para evitar transtornos piores. Porém, Verônica no mesmo momento mordeu a orelha do carcereiro e acabou se ferindo nesses confrontos.
 
O órgão afirmou ainda que o caso será investigado pela corregedoria para apurar a conduta dos policiais envolvidos na agressão contra Verônica.